"Cabeça levantada, sorriso no rosto e enfrentar a vida com todo o carinho."

"Certas memórias menos boas acabarão, com a ajuda de Deus, por se irem desvanecendo... faça por não pôr nelas o seu pensamento e começarão aos poucos a ser mais suaves.
"

24/03/2015

Sim, sou um milagre!





Vivi num mundo diferente!
Duro ser o que não se quer.
Ou querer o que não se pode ter.
Assim, passa-se à aceitação do inatingível e do invisível, do obrigatório.
Mas quando saí, estava diferente.
Por quê? Sempre me foi a pergunta.
Na verdade, acredito que seja o mais importante, nesta vida, o ponto da indagação, que nos faz vaguear nos nossos pensamentos e sonhos.  E descobrimos tanto de nós.
Essa curiosidade de tentar decifrar os códigos, entender as linhas, escutar os acordes musicais se pauta na força do sim.
Obviamente, sempre quis o sereno. E Deus sabe como pedi, desde novinha.
Mas entendi que tudo tem seu tempo e que tenho que aceitar o destino.
E, embora, completamente, imperfeita alma, deveras perdida, desenfreada, tão certo; após tantos regressos, hoje, estou num ponto que antes era meu desejo de partida. E, que, outrora, havia dado adeus.
E assim, o ciclo fecha. E o amor? Será que visita?
E, de repente, vejo-me na mesma cadeira, mesinha e com sonhos de novos estudos nas mãos.
A vida não é divina?
E o medo, algoz da minha alma, me tenta.
Mas aprendi o bom combate com Deus e tenho que aprender constantemente.
Talvez fosse, de fato, um destino. Por vezes, cri que usei errado meu arbítrio.
Sim! Posso dizer: renasci com Cristo.
A vida é um mistério e eu, realmente, sou um milagre, um milagre verdadeiro.
Tenho consciência destas palavras e, honestamente, digo sim.
Estar, aqui, hoje, significa que sobrevivi.
Digo não. Deixo de ser soberba.
Sei que posso cair amanhã e aceito meu destino. Um beijo.
 Gratidão!

Nenhum comentário: