13/12/2010

Compartilhar!

 Perdão, Senhor,
Pelos tempos que deixei de usar melhor a minha vida.
Pela obstinação em algo que deveria deixar em vossas mãos.
Perdão por ser muitas vezes espontânea demais.
Por todas as vezes que deixei de compartilhar meus dons.
Em verdade, penso que devemos dar nosso melhor ao próximo, todos temos talentos e dons de Deus!
Alguns guardam para si.
Por vezes, o talento pode ser apenas um empréstimo daquele caderno maravilhoso de aula ao amigo.
Outras, pode ser um telefonema esquecido ou deixado para frente.
Temos muito para ajudar, há muito o que fazer!
O que adianta ficar preso num mundo egoísta e vazio, se existe todo um horizonte para completar?
O mundo tem gratas surpresas e com certeza, você é uma delas.
Plantamos o que colhemos.
Se semearmos amor, colheremos amor, se plantarmos vaidade, esta um dia voltará para cobrar mais vaidade.
Mas se plantar a semente boa, esta germinará!
E a vida percorre, tal como um rio....num todo feliz.
Apenas permita-se amar, sentir, viver, colher frutos bons.
Ninguém pode querer consertar o mundo, mas podemos sim, fazer nossa melhor parte e nos aprimorar.
E lutar pelo que é nosso, àquilo que diz respeito à sentimentos puros.
Cada um sente o mundo da sua forma.
Um modo particular, talvez.
Não sei....
Apenas sinto a necessidade de sonhar.
Ser feliz.
Com amor, Mari!

Nenhum comentário: