16/04/2010

Arquipélagos!


Meus arquipélagos estão vivos.

Têm a dimensão própria da vida.
Foram construídos sobre montes firmes.
Tem vida, pureza, condão.
Manancial cristalino.
Verdade que frutifica o meu ser.
Sorriso que alegra a alma.
Assim eu vou pelo oceano.
De mar em mar.
Apenas navego.

Mari!


Nenhum comentário: