22/04/2016

Tempo.

Outro dia tive um sonho, preciso em detalhes. Sei diferenciar quando são sinais, sonhos ou apenas lutas espirituais na alma. E não sei se gostei do que vivenciei.
.....
Mas confesso que quase todas as minhas noites de minha inexistência, estou em luta, nos sonhos.
E, incrivelmente chego a saber que estou sonhando, e tento reverter a situação.
Mas aprendi, fielmente, que é melhor dormir e ter pesadelos, do que tê-los, vivamente.
Ao acordar é só colocar a mãe na fronte, que parece que tudo se esvai. Aprendi.
.........
Eu vivo tentando fugir desta fúria, insana, que saboreia minha alma, para cantar todas as poesias de florbela, na plenitude da vida e sem culpa.
Mas no absoluto pecado do meu ser e na minha total falta de virtude, me vejo, aqui, tentando coletar letras de um espaço com vida.
Agradeça, todo dia se não tem a bendita espiritualidade.
No meu caso, sou quase decadente.
Mas sou feliz e isso que importa.
Peço a Deus piedade ou redenção e que faça o milagre em minha vida e dos meus amigos.
E em especial pela minha identidade.


Amém.


Nenhum comentário: