Venha para dentro do gratidão!

Seja gente!

Por 3 x faça o M de Maria na fronte de um extremo a outro e diga: Abençoada Virgem Maria, filha de Deus, Abençoada Virgem Maria, mãe de Jesus, Abençoada Virgem Maria, esposa do Espírito Santo. E reze um glória fazendo na testa o sinal da cruz por 3 x.

05/07/15

A criatividade vem do esforço mental.

Olhava para o horizonte tentando entender a vida.
E sempre fui muito criativa. Isso meu pai, dizia!
Ele me treinou a achar soluções ou justificar quaisquer presentes mínimos que queria. Rs!
E entendi, realmente, que a criatividade ou forçar a mente exige que você fique solitário.
Nunca gostei de trabalhos em grupo. Gostava de criar sozinha, de estudar só.
Amo o silêncio porque me encontro.
Sempre fui autodidata, nunca um professor conseguia me prender, totalmente.
O estudo me rendia muito mais sozinha, mas anotava tudo com fervor.
E recriava meus passos, pensando muito sozinha. E assim, entendi a criatividade colorida.
Não sei se é um somatório, mas as cores são muito vivas para mim!
E as respostas vêm nas cores, que se unem e combinam, lindamente.
E no fundo, realmente, é bom desalinhar todos os conceitos e desconectá-los do mundo.
E assim, a vida fica colorida, pensamentos de soluções floreiam a mente.
Acho que a escuridão traz no final muita luz.
E a noite torna-se colorida, porque as cores se reúnem felizes.
Co-lo-ri-da-men-te.
Sim!


Coração!

Voltei nesta melodia.
Resolvi admitir que como, naturalmente, mutante, minhas músicas também seriam modificadas no tempo. Acho que é bom recriar e reinventar. Sou assim.
....
Amigos, estive refletindo sobre minha vida.
E infelizmente, não tem como me analisar sem ver meu passado.
Talvez, ainda presa naquele tempo. Mas rezo por libertação diária, então me revigoro neste sonho.
E lembrei da infância, de como meus sentimentos eram sofridos e como pensava vendo as nuvens.
Da segurança extrema do meu pai, da falta de carinho, sem querer, das minhas irmãs e mãe.
Realmente, não tinha quase nada. Depois da morte do meu pai, perdi tudo e me afoguei na mão de uma pessoa extremamente perversa. Talvez muita coisa, inclusive, espiritual, tenha vindo desta pessoa e tal fato justifique minhas buscas no amor e libertação correlata, somada à cobrança religiosa que tive. Libertei-me quanto à isso.
Mas não passamos pelo que não podemos carregar ou suportar. E, de fato, temos que ser gratos pelo que vivemos. Se vivemos, merecemos. Alguma coisa existe ou existiu. Talvez pela lei universal do retorno. Não sei.
Sim, meu pai tinha um redobrado amor por mim. Acho que no fundo se arrependeu da esperança de ser homem, naquele tempo, onde não tinham exames.
Logo depois que meu irmão nasceu, ele, ainda, redobrava de amor por mim.
E lembrei que quando pequena somente tinha uma amiga, Rita, que é minha amiga até hoje, do tempo feliz de Brasília. E que tentativas frustradas de brincar com minhas irmãs eram justificadas porque era, de fato, muito chata, já. (risos).
Aí outro dia, relembrei, que nunca senti ter casa e que tentava modificar onde dormia, quase sempre.
Todas as minhas brincandeiras com as bonecas eram na rua, na pracinha, onde determinava que aquele lugar era meu. E no meu sonho, imaginava que determinado local poderia morar, seja numa parte da rua, perto da escada com as bonecas, dentro do carro do meu pai ou dentro da portaria.  Hoje compreendo e aproveito esta oportunidade de me libertar da sensação de abandono e medo que senti quando perdi meu pai. Ele era a única coisa que me dava segurança na terra.
E assim foi.
E minha vida se tornou luta.
E meu aprendizado foi muito forte, no mundo espiritual.
Infelizmente.
Não queria ser assim.
E hoje, acho que, novamente, perdi tudo que conquistei para retornar da onde tinha saído.
Estou voltando a estudar e isso havia sido perdido, também.
Mas tenho consciência do que sou, do esforço que tive.
E enquanto meus amigos da Puc estudavam 5 horas, meu estudo era de 16 horas de total esforço.
Espero, ainda, ser uma princesa, mas nos contos de fadas, de todas, identifico-me com a elsa.
Risos(muito boba)!
Mas no fundo sou alguém.
Não vivo no aparente mundo de ilusão que pessoas criam.
Sou presente na vida e sou o que sou.
E isso me basta.
Ter é apenas uma condição.
E de todas as vertentes, prefiro ser.
Apenas eu mesma.
Tenho vergonha dos advogados que se iludem na vaidade. Nunca quero ser assim.
Mas, sim, prefiro ser muito desalinhada.
E sem regras.

Um beijo!

04/07/15

Linda, de fato!

Essa é uma das equações matemáticas consideradas mais belas.
Estou voltando a estudar e lembrei deste artigo que li.
Traz o infinito e o início da matemática.
Tantas considerações para pensar.
Mas, acredito, que a foto colorida, já, traz sua própria firmeza.
E mostra a intensidade.
Hoje, um pouco diferente a postagem!
Mas muito de mim, neste recomeço.
Um beijo!
:-))

Seja feliz ou faça algo bom por alguém desconhecido.

02/07/15

Mudança de vida.

Ontem foi meu último dia no trabalho após quase 6 anos e meio.
Foi muito difícil essa decisão.
Ao mesmo tempo, entendi que Deus permite que sintamos essa necessidade de renovar.
Não tenho sentido felicidade mais na minha carreira.
Não sei se foram as pedras.
Tudo, enfim, se mistura neste destino desalinhado, que é minha alma.
Ou, realmente, tenha percebido que o tempo passa e ninguém está por mim, somente eu mesma.

Parece estranho nada ter e ter tudo que quis.
Perdi tanta coisa, quase tudo, realmente.
Mas me sinto feliz e grata.
Talvez sejam passos dados para trás. E quiçá, tragam algo bom no futuro!?
Não sei.
Mas saí. E sei que o caminho de volta tem partículas muito duras, que exigem gasto de tempo.
Apenas senti o vento e prossegui.
Seguir em frente traz uma leveza maior.
..............
Ao voltar para casa, com os processos nas mãos, novamente, ouvi esta melodia no seu fim, na estação da carioca, em violino.
E o violinista é perfeito.
Inexiste falha desalinhada.
São notas perfeitas, em união.
Existe, sim, um mundo maior.
Eu consigo sentir.
Maristella.


.....

13/06/15

Os quatro responsórios de Santo Antônio.






1

"Se milagres tu procuras.
Pede logo a Santo Antônio.
Fogem dele as desventuras.
Erros males e o demônio.

Torna manso o iroso mar.
Das prisões quebra as correntes.
Bens perdidos faz achar.
E dá saúde aos doentes.

Aflições perigos cedem.
Ante a sua intercessão.
Dons recebem se lhos pedem.
O mancebo e o ancião.

Em qualquer necessidade.
Presta auxílio soberano.
De sua alta caridade.
Vale a voz dos paduanos.

Glória seja dada ao Pai.

E ao Filho nosso bem.

E ao Espírito Santo.

Por séculos sem fim. Amém. "

2
                   

"Saiba quem busca milagres,
Que os enfermos, sara Antônio:
Afugenta o erro, a morte,
Calamidade e demônio.

Prisões e mares lhe cedem,
Saúde e coisas perdidas
São aos mancebos e aos velhos
Por ele restituídas.

Necessidades, perigos...
Faz cessar entre os humanos,
Diga-o quem o experimentou,
E mormente os paduanos.

Prisões e mares lhe cedem,
Saúde e coisas perdidas
São aos mancebos e aos velhos
Por ele restituídas.

Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo.

Prisões e mares lhe cedem,
Saúde e coisas perdidas
São aos mancebos e aos velhos
Por ele restituídas.

Rogai por nós, Santo Antônio!
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

Ó DEUS, nós vos suplicamos,
que alegre à vossa Igreja a solenidade votiva do bem-aventurado Antônio,

Vosso Confessor e Doutor, para que,

Fortalecida sempre com os espirituais auxílios,
Mereça gozar os prazeres eternos.
Por Cristo, nosso Senhor.

Amém"
3)
Se milagres desejais
Contra os males e o demônio
Recorrei a Santo Antônio
E não falhareis jamais.

Pela sua intercessão
Foge a peste, o erro e a morte,
Quem é fraco fica forte
Mesmo o enfermo fica são.

Rompem-se as mais vis prisões,
Recupera-se o perdido,
Cede o mar embravecido,
No maior dos furacões.

Penas mil e humanos ais,
Se moderam, se retiram;
Isto digam os que viram,
Os paduanos e outros mais.

Rogai por nós Santo Antônio,
Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

4
"Se milagres desejais,
Recorrei a Santo Antônio;
Vereis fugir o demônio
E as tentações infernais.

Recupera-se o perdido,
Rompe-se a dura prisão
E no auge do furacão
Cede o mar embravecido.

Todos os males humanos
Se moderam, se retiram,
Digam-no aqueles que o viram,
E digam-no os paduanos.

Recupera-se o perdido,
Rompe-se a dura prisão
E no auge do furacão
Cede o mar embravecido.

Pela sua intercessão
Foge a peste, o erro, a morte,
O fraco torna-se forte
E torna-se o enfermo são.

Recupera-se o perdido,
Rompe-se a dura prisão
E no auge do furacão
Cede o mar embravecido.

Glória ao Pai, e ao Filho e ao Espírito Santo

Recupera-se o perdido,
Rompe-se a dura prisão
E no auge do furacão
Cede o mar embravecido.

V: Rogai por nós, bem-aventurado Antônio.
R: Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.

OREMOS: Ó Deus, nós vos suplicamos, que alegre à Vossa Igreja a solenidade votiva do Bem-aventurado Antônio, vosso Confessor e Doutor, para que, fortalecida sempre com os espirituais auxílios, mereça gozar os prazeres eternos.
Por Cristo, Nosso Senhor.

Amém."
Bênção de Santo Antônio

Eis a cruz + do Senhor,
Fugi, inimigos todos!
Venceu o Leão de Judá,
a Raiz de Davi.
Aleluia!