16/01/2018

Estou começando.

Sim, no início era um verbo que se fez carne.
E neste louvor sigo com coração tranquilo.
E em honra às almas benditas, prometi tanto.
Aqui estou, fora do meu comum, subindo um ponto, uma montanha na minha evolução.
Estou colhendo os frutos e prometo ser uma mulher melhor.
Tudo posso naquele que me fortalece não é uma história. É fidelidade e vínculo de alma conduzida.
Já não canto hinos tristes e minha força fará morada.
Tenho uma sorte bendita e triunfante.
Ontem vi Dona Rosa colhendo flores e no dia 11 vi meu anjo no sonho.
Esse mundo, aqui, é sobrenatural. Não é para nem tentar entender, humanamente.


Beijos, Mari.

14/01/2018

No Ingá renasci!

Curiosa a vida.
Em Niterói tive uma experiência tão ruim em 2015 e confesso que evitava.
Mas a vida, na sua total invenção, fez a roda girar e descobri que meu namorado morou no mesmo prédio.
Então, na sexta feira, pelas 11 horas recebi meu laudo e uma forma incrível de felicidade me invadiu.
Eu que passei muito da vida cuidando do espírito, me vi nas experiências físicas das dores humanas. E confesso, mais, ainda, sou muito fraca.
Não tenho nenhuma ilusão de ser a pessoa mais feliz, nem tenho mais sonhos.(risos). Estranho. Acho que talvez eu viva um dia de cada vez.
Perdi tanta coisa, me vi, realmente, desiludida. Acho que seja isso.
E após uma paralisia de bel por muito cansaço e baixa imunidade,finalmente, consegui operar e fiz a histerectomia total preservando os ovários. E ainda nos dois meses de recuperação tive que fazer uma biópsia dura, para mim. Talvez tenha sido a maior física dor que já senti.
Mas a graça pressupõe a fé e a existência.
Então, eu que tinha escrito, incrivelmente, sobre o vento, no último post, pela madrugada que se iniciava,  me vi com a notícia feliz, ao seu redor, somado a uma chuva, flores e árvores lindas do Ingá que é doce sim!  Isso tudo somado ao meu passeio preferido: as barcas. Além disso, tive o abraço mais puro do meu sobrinho pela manhã.
E assim, tão de repente, encontrei-me com Deus e, novamente, minhas promessas.
Estava sem fé.
As provações, precisei para voltar.
Estou de volta e feliz.
Prometo divulgar mais meu blogue.

Mari.


Ilustrador: Renato Alarcão.

11/01/2018

Fortalecendo.

Estou parada esperando o vento vir.
...........
E ele sussurra no meu ouvido uma modéstia sinfonia.
Cordões de morte e dor me tentam, mas ele me diz que a melodia faz morada.
E que o rumo certo me concentra. Fecho os olhos, no rock mais vinculado a alma e nestes segundos, já me desprendo do que sou e confirmo minha entrada, vida, história entoada.
O medo é o sufrágio da alma navegante, perturba a raiz viva.
Ainda não consigo perceber, claramente.
Continuo com olhos fechados.
Ele me diz para clamar, para chamar a Deus cada minuto, cada segundo.
E sopra sobre mim o Espírito de Deus, com uma frase bendita, que me faz renascer.
Com gratidão. Mari.

Meus contos, minha vida.

Ilustrador: Renato Alarcão.

07/01/2018

A troca do meu fardo, hodie!

Ao purgatório, hodie, todas as minhas dores.
Ofereço os milésimos de segundos dos atuais tempos para a libertação daquelas que se encontram quase perto do inferno, que sejam livres, que sejam tomados pelo sopro do Espírito Santo de Deus.
Uma luz invade minha alma dentro das minhas dores.
Ofereço à libertação imediata das almas que  estão  sofridas naqueles degraus. Que subam para outro purgatório e que seja feita a vossa vontade.
Perdão pelos meus pecados da carne, da alma, da mente.
Que consiga pela dor me transformar numa mulher melhor.
Amém.

Com gratidão.

Agradecida especialmente a São Judas Tadeu e minha promessa de uma bonita oração, que vou tentar!

Um beijo, Mari.

27/12/2017

Feliz Natal!

Sim, ainda estamos no Natal. Tempo onde recebemos o renascimento com o menino Jesus! Tempo onde sementes são germinadas, vidas iluminadas e uma redenção nos suaviza.
Ainda estou no deserto e tentando aumentar a fé em Deus pelas mãos de Maria. Por outro lado parou em mim o que me foi herdado.
Sim. Eu sonhei com a Sara. Ela seria uma menina feliz, teria vestidos lindos. Mas eu não daria muitas bonecas, realmente.
Tudo passa mas ainda me sinto triste ou oca, às vezes.

Beijos. Maristella.

19/12/2017

Nesta sublime redenção que é viver!


No mais profundo do meu ser invoco a força de Nossa Senhora, dos meus Santos benditos, que me protegem desde menina. Invoco a força da trindade, templo.
Peço a liberdade, a paz, o sopro, a cantiga mais pura.
E peço, sim, à todas as almas que saíram do purgatório pelas sinceras contas dos rosários ou trocas dos fardos.
Peço a libertação do povo cativo, prisioneiro de si.
Venho com a força bendita de Deus pedir a proteção, o mimo, a cantiga. O sonho.
Dá liberdade, senhor, a todos os sofridos, doentes, sofredores nos hospitais, cativos no espírito, aos necessitados de luz espiritual, ainda em evolução.
Libertai as almas doentes e aflitas pelo manto de Vossa mãe, Nossa Senhora de Deus!
Por tudo e por todos, peço a paz, aquela que é abundante e prolonga nossa lua.
Neste mundo, nesta terra, neste vale, nesta sublime redenção que é viver.

Mari!

Peço perdão.


Neste momento meu coração fica leve, minha alma passa ao entendimento do meu passado entoado.
Não preciso mais de opiniões para tudo que sei, porque já compreendi faz tempo os meus compassos. O que preciso, de fato, é aumentar minha estima e ser firme nas minhas convicções.
E assim, peço perdão a todos os meus protetores.
Perdão pelas vezes que deixo de sentir, em verdade.
Eu não sei por quê caí. Talvez a mágoa gigante, que tento esquecer ou não sentir, mais que fez minha alma prisioneira de medos já passados. E que embora, insistentes, vão embora, como sempre vão. E por isso, pela minha falta, aqui, peço perdão, em especial a São Judas Tadeu, a quem estou prometendo faz tanto tempo uma oração especial.
Vou tomar a reclusão e tentar me achar.
Entrego a minha alma, meu espírito, minha mente e confio.
Amém.

Maristella.

08/12/2017

Imaculada Conceição!



Neste dia a sublime canção mais pura para uma alma perdida.
A necessidade desmedida do colo de mãe! 
Estou tentando sobreviver neste vento, tentando ainda ou algo bem parecido, esquecendo de que nada sou e que meus sonhos fecharam.
Diga-me qual sonho posso ter? 
Sem sonhos. 
Estou tentando cumprir regras básicas de sobrevivência.
Perdi esperança da justiça boa, perdi ideais, metas e zero de possibilidade de uma mudança e crescimento na minha profissão, mas sou grata. O que posso pedir? Diga para mim?
Para onde posso ir?
Ando perto de pessoas distantes, que fingem ser boas e com portas, absolutamente, cerradas para a verdade da vida e que mentem para si mesmas, crendo nas mentiras como verdades.
Acho que estava completamente perdida nas minhas boas crenças dos corações que conheci.
Que o manto de Maria nos proteja.
...................
A roda que gira, o vento que traz a lembrança do infinito.

Mari


09/11/2017

Fim de um sonho.

Temos sonhos. Fazemos planos. Mas de tudo, enfim, um dia nos deixam. Caímos e voltamos a sonhar. Este muda e tão de repente você não é mais dona de nada e do tão pouco, que por vezes, conforta uma porta de entrada.
Hoje acabou uma história já perdida num solo infértil.
Nunca havia pensado que num hospital com tantos bebês e grávidas iria descer no vazio intacto e latente da minha existência. Será que me tornarei mais dura? Na saída mulheres me olhavam tentando entender o motivo do meu aparente padecimento. Perdi sonhos, perdi vida, sofri ilhada. Mas aprendi um dia que problemas sem resolução devem ser eliminados. Maristella.

01/11/2017

Domine seu medo!


        Sim, temos que lutar com força e de pé!

 M de Maria:

                 Por 3 x faça o M de Maria na fronte :



De um extremo a outro da fronte diga em voz alta: 


Abençoada Virgem Maria, filha de Deus,

Abençoada Virgem Maria, mãe de Jesus, 

Abençoada Virgem Maria, esposa do Espírito Santo. 



9 pedidos em nome das estações de Cristo!

Senhor Jesus Cristo,

Somos Vossos filhos sedentos por milagres!
A lista é grande, Senhor.
Pedimos em nome de todas Vossas chagas(fazer  1º pedido). 
Pelo amor de São José e pelo sim de Maria( fazer o 2º pedido) .
Em nome das dolorosas noites e dias que Nossa Senhora ficou sem Vossas notícias quando estava no deserto(fazer o 3º pedido).
Em nome das 7 lágrimas de sangue de Maria(pedimos o 4º pedido).
Em nome da cruz do calvário(5º pedido).
Em nome da dor de longuinho(6º pedido).
Em nome de todos os Santos(7º pedido) e em especial, Padre Reus, São Judas Tadeu, Santo Expedito, São Bento e Santa Maria do Egito.
Em nome do poder do Pai Nosso(8º pedido).
Em nome do Rosário de Maria(9º pedido). 
Em nome do Espírito Santo e da Vossa palavra que dá vida, liberta-nos de todos os males, e em especial das flechas do mal que tanto tenta nossas vidas e famílias.
Amém.