22/04/16

Tempo.

Outro dia tive um sonho, preciso em detalhes. Sei diferenciar quando são sinais, sonhos ou apenas lutas espirituais na alma. E não sei se gostei do que vivenciei.
.....
Mas confesso que quase todas as minhas noites de minha inexistência, estou em luta, nos sonhos.
E, incrivelmente chego a saber que estou sonhando, e tento reverter a situação.
Mas aprendi, fielmente, que é melhor dormir e ter pesadelos, do que tê-los, vivamente.
Ao acordar é só colocar a mãe na fronte, que parece que tudo se esvai. Aprendi.
.........
Eu vivo tentando fugir desta fúria, insana, que saboreia minha alma, para cantar todas as poesias de florbela, na plenitude da vida e sem culpa.
Mas no absoluto pecado do meu ser e na minha total falta de virtude, me vejo, aqui, tentando coletar letras de um espaço com vida.
Agradeça, todo dia se não tem a bendita espiritualidade.
No meu caso, sou quase decadente.
Mas sou feliz e isso que importa.
Peço a Deus piedade ou redenção e que faça o milagre em minha vida e dos meus amigos.
E em especial pela minha identidade.


Amém.


06/04/16

Oração.


Em nome da Trindade, templo da vitória de Jesus Cristo. Em nome das 5 chagas e da sexta chaga, capacete envolto em espinhos.
Em nome de todos os Santos combatentes, de São Miguel Arcanjo, da cruz de São Bento.
Em nome de Nossa Senhora, seu manto maternal.
Em nome das contas do rosário, do terço da misericórdia.
Pedimos que seja retirado de nossas vidas toda força do mal que nos tenta, toda cruz que não seja dada por Deus. Que todo jugo, toda poeira lançada, toda praga, inveja, contenda, todos os trabalhos feitos de magia, escondidos, sejam cancelados, sejam retirados, em nome de Jesus Cristo, que vive e e reina pelos séculos sem fim, Amém.
Que a vida dos seus filhos seja canção.
E que trevas sejam canceladas pelo poder da Ressurreição.
E que tudo seja renovado, vivificado, restaurado pelo poder da força de Deus, do Sangue de Cristo. Amém.


28/03/16

As vinculações no espírito.

Nestes tempos, tirando a escuridão do meu ser, a fé me cobra mais.
Tempos onde nossas dores são provações para o mais puro amor à Deus.
E ele nos chama, me cobra tanto.
Sei que meu pecado me vilipendia muitas graças, mas peço perdão. Não consigo negar minha essência feminina. 
Mas nesta graça de Deus, a Nossa Senhora caminha e meus trajetos deixam de ser meus e os insistentes sinais me convidam. Tenho que mudar a Maria, no blogue. Agora, o convite feito é para o desterro.
Entendi a vinculação e aceito, com gratidão.
A Deus, Maria, meu perdão e meu carinho, prometo zelar mais pelo gratidão.


26/03/16

A troca do meu fardo.

Eu queria ficar ouvindo rock bem alto, mas Deus me chama e não nego seu pedido.
Preciso trocar o fardo, neste dia santo e bendito.
Obrigada, Senhor!(salmo 67, 2).

.....

Troco o fardo pela:
1) pela perda do meu pai muito nova;
2) pela culpa na sua morte precoce;
3) pela falta de amor em família, entre irmãos;
4) pelas escolhas erradas que tive;
5) por toda vez que permiti ser vilipendiada, moralmente, espiritualmente e fisicamente.
6) por todos os arrependimentos;
7) pela espiritualidade que negava;
8) pelas vezes, que pelas ruas, parafraseando florbela, tentava me sentir viva;
9) pelas inúmeras igrejas que procurei, pelos padres que pedi ajuda, pelos inúmeros e variados pastores, sem resolução, que procurei sem cessar;
10) pela m de a e e na minha vida;
11) pela falta de amor próprio;
12) pelas portas fechadas;
13)pela falta de carinho que senti durante a vida;
14) pela dor que sujeitei minha mãe;
15) pelas pessoas que rezei;
16) pelos sonhos que perdi;
17) pela luta feroz da sobrevivência;
18) pelos inimigos invisíveis espirituais;
19) pelos combates espirituais e caminhos de pedra;
20) pelas vezes que achei que não teria solução;
21) pelas inúmeras orações que tive que aprender;
22) pelas horas de oração e perda do tempo do estudo;
23) pelos meus pecados da carne;
24) pela minha vaidade;
25) pelo meu espírito de luta e duro;
26) pelos que somente o senhor sabe;
27) pela culpa rígida.
28) pelas pessoas sem virtudes que vi e pela minha falta de virtude;
29) pela coragem que aprendi a ter;
30) pelos meus desafetos;
31) pela força que emana da minha existência;
32) pela alegria da libertação espiritual;
33) pela vitória de Jesus Cristo na cruz, que se renova;
34) pelas promessas cumpridas e renovação da minha juventude como águia;
35) pelos injustos que conheci dentre tantos bons;
36) por ter sido idealista e correta nas minhas lutas.
37) pela força que emana do ventre de Maria;
38) pelos sonhos que renasceram;
39) pelo bebê que perdi e pela convicção de que não serei mais mãe;
40) pela milagre vivo que sou.
41) pela verdade que trago no peito;
42) pela minha fé;
43) pela incrível mulher que me tornei.
44) pela menina que ainda sou.

Com gratidão, para meu pai.

Amém!




Voltando ao meu tempo!

Eu preciso sentir o vento correndo atrás de mim.
Assim selo meu compasso e sigo.
Sempre foi assim.
É uma corrente maior. A corrente do amor.
Mas quem disse que amar é ser exatamente bom?
O amor é um combate com a dor.
Que pode dilacerar a feliz cantiga.
Não consegui modificar meu modo de ser, ainda.
Sigo a ventania pura.
Mas neste infeliz descompasso, Deus me fortifica.
......
Com gratidão, desculpe a falta, aqui.
Este mês não foi tão feliz.
Não pela sorte do final processo, que já sabia.
Mas pelas durezas que temos que suportar.
Preciso voltar.
Beijinhos.