"Cabeça levantada, sorriso no rosto e enfrentar a vida com todo o carinho."

"Certas memórias menos boas acabarão, com a ajuda de Deus, por se irem desvanecendo... faça por não pôr nelas o seu pensamento e começarão aos poucos a ser mais suaves.
"

22/08/16

Lindo!

Os meus sonhos.

Tenho sonhos, em verdade.
Alguns adormecidos. Outros são vivos.
Quase todas as respostas que tenho são quando adormeço ou quando fico no meu silêncio, pensando.
Em diversos sonhos, descobri diversidades e cores se fundiam, muito vivas.
E sou grata.
...
Num dos sonhos descobri um probleminha na tireóide e em outro minha tpm(acho curioso, porque nenhum médico descobria). Deus é o médico dos médicos, realmente.

No outro sonho, forte, subi uma montanha alta, na Irlanda, e um dos donos da empresa, incrivelmente, me dava as mãos para chegar ao topo.  E ele tinha tudo em seu coração para me deixar cair como já o fez, em vida.

No sonho, fui conhecer o lindo castelo em Dublin, vi um elevador que descia a outra empresa, mas que ficava no subsolo. Foi assim que descobri que x era y.

Acho curioso.


Mas tenho sonhos vivos, somente queria ser mais de mim.


Com gratidão, apenas eu mesma, mare liberum.




21/08/16

Sonho dele.

Ele atravessou oceanos e veio me contar.
Era um homem de grande profissão, ainda no início da sua carreira e sem estabilidade.
Seu sonho era poder ajudar o mundo, paralelo ao fato de ter sido um grande empresário.
Em sua vida, ainda sem doença, foi roubado, perdeu muito, mas a sorte alinhou no tempo e ele tinha guardado bens, que, hoje, o sustentam, bem como sua mãe e avó. Mas não podia comprar um apartamento, porque precisava manter sua pequena família.
Ele adoeceu e foi uma dor no corpo completamente terrível.  Ele disse que era como se perdesse  no seu corpo e depois renascesse, novamente, as suas pernas, que entendo, que ainda o fazia caminhar e sonhar pelo amor de uma mulher.
.......
Os olhos dele traziam a vontade de ser um homem mais feliz.
Senhor, peço que essa dor seja transmutada para almas de pessoas que nunca souberam amar na vida.
Um abraço fraterno e em especial às pessoas que assim passam pelas mesmas circunstâncias.



Mari.









Ilustrador: Renato Alarcão.

14/08/16

A minha liberdade!

Sim, não existem limites para Deus.
Um dia, pensei neste liame.
E num ato de impulso, próprio de mim, disse: "não".
Naquele ato, um tempo de silêncio fez morada e percebi que tudo Deus permite.
E embora, alguns perdidos no labirinto do arbítrio, se percam em maldades, Deus nos protege.
Nesta fé minha, quase perdida, porque estou contando o tempo, peço a Deus o milagre e reflito.
Reflito, por quê tenho essa fé pequena?
Ou esta alma solta e perdida? Mas seria próprio do meu livramento esta condição?!
Então diga para mim, serenamente, o que devo fazer?
Como manter firme a fé?
Se, por vezes, o medo atravessa.
.....
A grande verdade é que não existe uma única fé perfeita e muitas pessoas não são libertas porque se fixam em dogmas. 
Deus teve piedade de mim, porque tive autorização de um grande e importante Padre, em confissões de alma.
Deus me libertou, realmente, num centro espírita de nome "Jesus no lar"(Grajaú) e complementei no tupyara(Lins). E assim, as promessas fizeram morada.
Fui com muito medo, mas com autorização e permissão de DEUS!
Então, estou aqui. 
Entendo que permitiu tal detalhe, para que pudesse falar, livremente,  da união das fés, porque já tinha essa missão. Tudo que está aqui, procurei sem cessar e passei para frente os aprendizados das noites escuras.
E, verdadeiramente, existiu sim uma capacitação espiritual, quando extremamente católica, porque pude ver os lados existentes das forças espirituais, aprender a combater, orações, etc.
Aprendi bastante dentro do que me foi permitido(sabendo que sei pouco e que posso ser derrubada a qualquer tempo) e me tornei diferente, confesso. Passei a pensar, rapidamente, para sobreviver naquele labirinto de bichos. Existe.
Nesse sentido, posso dizer que combati o bom combate. Guardei a fé. Ela oscila, mas eu sou assim. Eu mesma. Uma ave, livre.
Maristella.
Ou talvez eu seja a cinderela, sim.
Por quê não? Talvez eu seja a de Deus.

Feliz dia!

Estou arrumando, realmente.
O canto, a minha vida.
E esta busca é sem fim.
Eu peço perdão puro por minha vaidade.
E pelos meus diminutos tempos.
Peço perdão pelas vezes que questiono e perco a fé.
Hoje acordei triste, mas quis acender a luz.
E confesso, tento fechar meus ouvidos ao medo que, por vezes, insiste.
A Deus, criador, do céu, das estrelas, do universo, dos mares, peço a morada.
Os sonhos gratos, a boa rota.
O melhor de mim. Com gratidão, sem vaidade, peço perdão.

Mari, Maristella, estrela do mar, mimi, maris......