"Cabeça levantada, sorriso no rosto e enfrentar a vida com todo o carinho."

"Certas memórias menos boas acabarão, com a ajuda de Deus, por se irem desvanecendo... faça por não pôr nelas o seu pensamento e começarão aos poucos a ser mais suaves.
"

21/09/16

As oportunidades.

Diga sim, se puder quebrar regras.
As estipuladas, porque as criadas por você são sol nascente.
Mas, sempre, em prol do amor, latente.
Aquele que fica e coloca intacto, nossa mente.
Meu equilíbrio nunca esteve em ponto morto.
As idéias vêm.
Meu mundo é onde estou.
Sim.
Eu acredito.
E por isto tem força, no sobrenatural, intacto, celeste, vivo, que é viver.

Com gratidão,


Maristella.




22/08/16

Lindo!

Os meus sonhos.

Tenho sonhos, em verdade.
Alguns adormecidos. Outros são vivos.
Quase todas as respostas que tenho são quando adormeço ou quando fico no meu silêncio, pensando.
Em diversos sonhos, descobri diversidades e cores se fundiam, muito vivas.
E sou grata.
...
Num dos sonhos descobri um probleminha na tireóide e em outro minha tpm(acho curioso, porque nenhum médico descobria). Deus é o médico dos médicos, realmente.

No outro sonho, forte, subi uma montanha alta, na Irlanda, e um dos donos da empresa, incrivelmente, me dava as mãos para chegar ao topo.  E ele tinha tudo em seu coração para me deixar cair como já o fez, em vida.

No sonho, fui conhecer o lindo castelo em Dublin, vi um elevador que descia a outra empresa, mas que ficava no subsolo. Foi assim que descobri que x era y.

Acho curioso.


Mas tenho sonhos vivos, somente queria ser mais de mim.


Com gratidão, apenas eu mesma, mare liberum.




21/08/16

Sonho dele.

Ele atravessou oceanos e veio me contar.
Era um homem de grande profissão, ainda no início da sua carreira e sem estabilidade.
Seu sonho era poder ajudar o mundo, paralelo ao fato de ter sido um grande empresário.
Em sua vida, ainda sem doença, foi roubado, perdeu muito, mas a sorte alinhou no tempo e ele tinha guardado bens, que, hoje, o sustentam, bem como sua mãe e avó. Mas não podia comprar um apartamento, porque precisava manter sua pequena família.
Ele adoeceu e foi uma dor no corpo completamente terrível.  Ele disse que era como se perdesse  no seu corpo e depois renascesse, novamente, as suas pernas, que entendo, que ainda o fazia caminhar e sonhar pelo amor de uma mulher.
.......
Os olhos dele traziam a vontade de ser um homem mais feliz.
Senhor, peço que essa dor seja transmutada para almas de pessoas que nunca souberam amar na vida.
Um abraço fraterno e em especial às pessoas que assim passam pelas mesmas circunstâncias.



Mari.









Ilustrador: Renato Alarcão.

14/08/16

Feliz dia!

Estou arrumando, realmente.
O canto, a minha vida.
E esta busca é sem fim.
Eu peço perdão puro por minha vaidade.
E pelos meus diminutos tempos.
Peço perdão pelas vezes que questiono e perco a fé.
Hoje acordei triste, mas quis acender a luz.
E confesso, tento fechar meus ouvidos ao medo que, por vezes, insiste.
A Deus, criador, do céu, das estrelas, do universo, dos mares, peço a morada.
Os sonhos gratos, a boa rota.
O melhor de mim. Com gratidão, sem vaidade, peço perdão.

Mari, Maristella, estrela do mar, mimi, maris......