22/05/2018

Salve!

Clamo a Deus do trono, que no sonho ousei ver, o pedido mais puro e vivo da minha estação.
Clamo junto meu Santo Anjo na sinfonia da batida do seu violão.
Embora sejam ainda adormecidos, vivemos em outra dimensão.
Ao Criador bendito, um salve! Uma Salve Rainha à mãe de Jesus.
Salve a redenção.
Um amém sublime, uma colina perdida, uma perfeição acolhida, sonhos que retornam e caminham. Circulam, brevemente, numa estação.
Sim, quero esquecer o tempo ruim e sublimar no mais vivo amor desta morada.
Amém.