Google tradutor

12/03/2018

O casamento verdadeiro e o elo de almas.

O elo entre almas é algo extremamente difícil de acontecer.

Como são os amantes, em comunhão, que se casam, perante Deus, aqueles precisam estar numa ligação extrema, divinal. Neste sentido posso afirmar que existem poucos casamentos celebrados no céu das estrelas, porque muito é a vaidade. Cada minuto sem tocar o coração de Deus, pensando em detalhes materiais, perde-se a graça. E não acontece no mundo espiritual o casamento.

Quantos pensam que são casados e não o são e ou nunca foram.

Cada minuto pensando em algo material, perde-se o sacramento, que não é fácil ter.

Acredito que qualquer pessoa, pela fé, pode ir numa igreja e pedir sozinha a Deus os sacramentos. Tenho fé ousada para crer que inexiste fórmula real para tocar no coração de Deus, que é uma graça.

Acredito que se você amar mesmo uma pessoa, pode ir sozinho à igreja ou pedir a um Padre uma benção especial. E neste mistério vivo, quase solene de tão intacto, as almas podem conjugar num belo poema de união espiritual. Mas lembre-se é um momento único, onde as almas devem fundir-se num todo e talvez o céu brilhe, a lua fortaleça, a sorte reine nos passos de nós, que somos terrenos.

Amém.

Com pura gratidão, confesso a Deus, todo poderoso meus erros e tentativas boas.


Mari.

Nenhum comentário: