"Cabeça levantada, sorriso no rosto e enfrentar a vida com todo o carinho."

"Certas memórias menos boas acabarão, com a ajuda de Deus, por se irem desvanecendo... faça por não pôr nelas o seu pensamento e começarão aos poucos a ser mais suaves.
"

17/09/2017

Um conto de Jorge!

Certo dia um menino foi a uma igreja pedir proteção à São Jorge, que era seu Santo de devoção.
E ali, na frente do Santo, segurou seu manto de puro vermelho, mergulhou nos aromas da sua espiritualidade e fez seus pedidos. Ao sair, pediu um sinal fecundo e vivo. Foi quando olhou para o altar e viu um anjo, pequeno, magro, olhando na direção da mesa e olhos fixos num ponto, como um guardião. Não soube identificar de qual coro era o anjo, mas tinha um estilo medieval, segundo contou.
Por segundos teve sua resposta vivenciada, percebeu a grandeza da vida, afirmou sua fé.

....
Assim como esta história, que possamos crer que existe, realmente, um mundo maior, onde firmamentos dão lugar ao medo e tempestades se fecham no seu próprio redemoinho. Amém.



Mari

Ilustrador: Renato Alarcão.

07/09/2017

Melodia!

Eu sinto uma dimensão perto de mim.
Sinto um arrepio vívido na nuca que trilha minha mente.
Na esperança fecunda, muitos vivem, colhem e plantam suas sementes.
Há povos que não se programam e nem frutificam.
Mas a colina é tão certa nos firmamentos dos ventos.
Eu apenas sou uma melodia.

Amém.

Mari

Reencontro!

Após longos anos encontrei uma senhora que tem dons de cura interior e visão.
No tempo, no meu passado, ia sempre em suas palestras, mas depois de um tempo, deixei de frequentar. Ao acaso do meu caminho, rumo ao trabalho, encontro um informativo de sua palestra na Igreja Nossa Senhora do bom parto. Posso dizer que, sim, Deus falou ali comigo diversas vezes.
Tenho o costume de colocar minha cabeça na imagem do Sagrado Coração ou as mãos para me sentir acolhida. É muito bom sentir esse mimo.
Ali, na igreja, fui desde o ventre materno aos dias atuais perdoando e me perdoando. Ainda farei o exercício em casa.

Apenas uma partilha simples.

Mari.

04/09/2017

Eu preciso arrumar o blogue.

Como estou com computador poderei, todo dia, arrumar o meu cantinho, depois do trabalho.
....
Preciso agradecer, modificar, alinhar, escolher a música mais perfeita, a letra mais bonita e a combinação mais linda de cores nos moldes do coração.
Tenho tantos motivos de gratidão, preciso agradecer e ao mesmo tempo pedir perdão.
Quero agradecer a Deus a nova oportunidade e nova chance e quero poder abrir meus instintos a voz da alma, para poder escrever, aqui.
Talvez estivesse precisando de um tempo, de um renascimento.
Tudo isso.

Um beijo, Mari.