02/08/2017

Grata!




Eu tive um sonho lindo e nele era uma princesa.
E por diversas vezes, uma boneca de papel.
Outras, pensava como tocar no impossível.


Mas nas etapas, nesta vida, morria de manhã, pela noite escura, mas, incrivelmente, renascia.
Fiz muitos sopros ao universo, bendito!
Cavalguei, fortemente, sozinha, livre e dona de mim, sobre a eterna vigília do meu nada amigo(provedor), em vida, que até hoje me esconde no arama motoru dele. Acho no fundo muito divertido e a prova de que inexiste mecanismo perfeito.
Mas com a ousadia mais pura, eu fui atrás dos meus ideais e consegui o impossível.
E nos meus pensamentos, nada sou.
E apesar e tentar sonhar, acho que já vivi muito. Não consigo mais pedir ou imaginar.

Sou a dona da minha história.


Maristella Padão  ou como eles me chamam: Maristella Padrão! :-))
Consegui cumprir minha promessa, em vida.

Amém.