12/11/2016

Padre Pio e eu.

Conheci Padre Pio num período de grandes provações. Li sua história de vida, relatos de seus pequenos filhos.
Trata-se de fé para crer e amar, ser e sentir.
Estava lendo os relatos dos seus filhos espirituais, quando senti no meu cabelo um carinho. Achei estranho, mas continuei a ler. Em seguida, um dos relatos dizia:" Que saudades dos carinhos que o Padre Pio fazia na cabeça dos seus filhos." Confesso que me arrepiei.
Ontem, fiquei presa no centro do Rio, devido à manifestantes. Quando consegui sair, já tarde, peguei um taxi para retornar para casa. Eu e o motorista falamos sobre muitos assuntos e inclusive sobre o Padre Pio. O senhor ficou muito interessado na vida do Padre. Eu adoro conversar e seguimos. Ao sair do carro, resolvo me despedir e olhar para o taxista e para a minha surpresa e alguns segundos intacta, senti que era como  estivesse na frente do Padre Pio de Pietrelcina, tamanha semelhança. Era surreal a semelhança!
O senhor me disse: Nada tenho de Padre. Eu no meu pensamento: Nada de vida santa tenho.
Mas a energia do Padre Pio continuou e hoje falei para uma amiga para pedir um milagre ao Padre! Ela anotou o nome, com fé para a cura da filha. Ao chegar em casa fui ler meu email e vi um relato de milagre do querido Padre.
Sintonia das chagas de Cristo.
Entrei no meu quarto e hoje senti o Padre ao meu lado, no quarto. Gigante, realmente, em sabedoria e repleto de amor.
Resolvi compartilhar minhas aventuras místicas. Essa é uma delas, tenho historinhas boas e ruins.
Um beijo, Mari.



2 comentários:

Oração Pura disse...

Querido Padre Pio, peco ao senhor a sabedoria e a forca para voltar a estudar, aprender a ter mais amor proprio. Amem.

Anônimo disse...

Querido padre Pio, peço ajuda em socorro.