31/10/2016

Vida que caminha, alma que segue. :-)

Sim, eu poderia negar minha história e continuar a me prender em algo, sem construção, mas sou a responsável pelos meus sonhos e vida.
E ninguém pode ser responsável ou limitar nossa felicidade. Ela é estado de graça!
Liberto o meu espírito e circundo a alma.
Somos responsáveis pela nossa felicidade.
Amém!

Bom dia, boa tarde.
Vida que caminha, alma que segue.

:-)

30/10/2016

A natureza!

Sim, seus conselhos são benditos.
Estava tão presa num passado, que esqueci de viver.
Mas a graça pressupõe a natureza e essa verdade acalenta minha alma.
Sim, no final, eu venço e por isso, lhe sou grata.
No seu rio de graças me liberto.
Estou aqui, Deus.

Com amor. 

Mari.

29/10/2016

Gratidão!

Eu tinha 5 anos quando comecei a sentir algo diferente.
Sentia uma força fecunda a me fazer pensar.
Sentia, diversas vezes, por trás de mim.
Dormia no meu quarto, em Brasília, feliz.
Meus sonhos eram bons.
Eu decorava o quarto de acordo com os desenhos, queria um pijama, um chinelo perto da cama.
Arrumava tudo no seu lugar.
Eu parei muito naquele tempo. E aquele intacto céu fazia imaginar o silêncio da alma.
Era uma menina!
Que triste pena, mal sabia o que me havia por esperar!
Sou uma alma que tem a pena nas costas.
Vai saber se isto é sorte ou pesar?!
Mas hoje, a gratidão fez cantiga e soube da existência da sua própria morada.
Deus assim faz.
Exatos 8 anos/9 anos que o nome surgiu: por Deus sou grata.
À Sabrina, minha cantiga: a mais feliz!

Com grata canção, Mari.

28/10/2016

Vento que sopra!

Eu.
Sinto uma paz que invade a alma.
De repente, um vento se alinha.
Um vento bom refrigera.
Sinto no ar, do meu lado, pacificamente.
Ele brilha, seu rosto ilumina e me acalenta.
Sua intuição é primogênita, ele me diz.
E o que isso significa? E ele me diz que foi feita a vontade de Deus.
Eu tenho muitos motivos para ser grata. E embora a escuridão me dilacere, deveras, eu sempre, encontro refúgio em DEUS!
Ao Senhor, Cordeiro bendito, salve!
A Maria, minha gratidão.

20/10/2016

Senhor da vida!🌟


Oh senhor, verdade secreta.
Solidifica este terreno plano, essa vida cruzada, no desterro. Clamamos um grito de misericórdia vossa.
Senhor da bondade, exemplo. Que conduz nossos sonhos mais vivos e felizes, unidos.
Deus, senhor, venha acalentar essa alma sedenta de tudo, da graça do amor fecundo e vivo. Saboreamos sonhos cristalinos. Com graça na vida e sonhos nas mãos, pedimos.

13/10/2016

Rezemos aos nossos Anjos!

Sim, rezemos aos nossos anjos. 
Recentemente li um livro de um amigo sobre anjos da guarda e confesso que não sabia da existência do nosso anjo da família. Ele é gerado num momento de suma importância, na hora do casamento, onde acontece o elo de almas. Mas nem todos têm, porque nem todos se casam, em verdade, na vida.
Então, comecei a fazer esta oração na minha casa e confesso que na hora da confusão, começo a chamá-lo e os resultados são incríveis mesmo!
Recomendo a todos esta leitura feliz e grata.
 beijos, Mari!


12/10/2016

As imagens no meu blogue, de Maria e Cristo!




Em 2011, quando tirava xerox de uma folha onde existe o blogue e uma propaganda que o seguia, apareceu para mim a imagem que parece Nossa Senhora. Ao observar bem, consegue ver a coroa. As almas, o Santo vão no manto, pela minha fé. 

E no ano de 2014, sobre os pedidos dos anônimos que me visitam, uma falha na tinta, no momento da impressão, final de uma notificação para uma empresa, saíram duas imagens, que consegui sentir Jesus Cristo e de lado, senti ser Nossa Senhora com a cruz no manto, abaixo a direita.


Assim senti.






Com gratidão, Mari






09/10/2016

O futuro certo.

Talvez um pouco da minha intuição não esteja tão latente.
E percebo, tão claramente, que essa espontaneidade traz erros.

Todas semanas temos o não e o sim.
Entendo que sejam nossos recomeços. Mas nem tudo que falamos é o que, por vezes, sentimos.
Muitas vezes, erramos, quando saímos interpelando ou pelos impulsos próprios da alma solta ou perdida falamos, sem pensar.  E diversas interpretações e pensamentos voltados se unem, com maestria.
Mas a vida pede vida e sonhos pedem sonhos.
Tudo é uma grande sobrevivência.
Então, sejamos.
Enquanto isso, vivo.
Solenemente.
Livre e presa, pouco importa.
A liberdade da vida é nosso motor.



Boa noite, meu Deus!
Nunca esqueça de que sempre agradeci.

Com gratidão, Mari.