10/06/2015

Quero renascer!

Talvez, hoje, tudo tenha mudado.
Tudo foi estranho pela manhã e tinha que tomar decisões.
Aqueles passos que ouvi, diziam para levantar e seguir!
.......
Mas no final do dia, ao tomar banho, rezando, senti que era momento de libertação.
E mudanças.

Peço perdão por tanta luta e pelos meus julgamentos.
Hoje, me libero das mágoas que adquiri, em anos de processo, envolvendo meu blogue.
Liberto-me das sensações de injustiça, desamparo, pouco caso da minha vida e pedidos por parte da minha ex Relatora. Talvez tenha sido um encontro, obrigatório, eis que nada é ao acaso, nesta vida.
As vidas se cruzam, por algum motivo e, talvez, tivesse essa dívida, realmente.
Embora não acredite em outras vidas.

Liberto-me da responsabilidade que colocava quanto à perda do bebê. Isso, somente a vida e tempo vão limpar de mim.
.........
Não importa mais saber se são justos e se tratam indignos com bondade e honrarias.
Existe, realmente, um mundo impositivo naquele lugar.
O extremamente errado, da minha parte, foi ter deixado de amar.
Por isso, venho pedir aos meus cantos e aos quatro ventos, bem como à todos os meus santos benditos, a cura e libertação da minha vida, bem como de todos que passaram nesta história.
Que as vidas sigam mais felizes e famílias sejam restauradas.
Nos milésimos de segundos de lutas, neste lugar.
Que recebamos da vida o poder do invisível e que jugos espirituais sejam quebrados.
Renova e purifica-me, Senhor.
Que novas portas sejam abertas à vida.
 



Ilustrador : Renato Alarcão.


Com gratidão, Mari.

Nenhum comentário: