"Cabeça levantada, sorriso no rosto e enfrentar a vida com todo o carinho."

"Certas memórias menos boas acabarão, com a ajuda de Deus, por se irem desvanecendo... faça por não pôr nelas o seu pensamento e começarão aos poucos a ser mais suaves.
"

01/04/2015

Sinais vivos(coloridamente)!

Engraçada a vida!
Hoje me peguei dentro dos meus erros e tentativas de acertos.
E correndo contra o tempo, tentando atravessar os segundos, não consegui chegar no local que queria.
E, no fundo, sabia que estava errada, tinha tido todos os sinais mais significativos de um caminho ao outro.  Eram tão cristalinos, que minha mente parecia estar brilhando, de tão coloridamente(risos). Tomo possse do uso dos literatos.
No final, pensei, que devia ter seguido a intuição dos sinais brilhantes e cristalinos.
Eram tão vivos.
Errei por não seguir e no final, tudo modifiquei!
A vida me deu de presente estes sinais.
E seriamente, falo, que passei tanto tempo da vida lutando em face do invisível, tentando achar saídas e hoje, encontro-me diante dos visíveis inimigos. Mas será, Senhor!? Será que erro?
Será que faço uso do meu livre arbítrio?
Ou será destino de canções não gratas?
Certamente, quando sabe-se quem te tenta, o caminho da luta é diferente.
Difícil é não saber quando será, quem é e como se faz. Esta luta é algoz da alma.
E mesmo valente, quebra-se diante da morte, que vilipendia vidas, segundos.
No fundo, somos todos sobreviventes, os da terra e os que vagueiam pelo ar.
A vida é um encanto.
Quanto à mim? Sou ruim, ainda.
Preciso ser mais humana e desaprender a lutar.
Acho que talvez esteja acostumada a ter sempre o bastão na mão.
Existe o tempo de parar rumo à felicidade.
Peço a Deus que retire de mim este espírito.
Não sei se vem do Senhor ou se vem de mim.

Peço perdão pela minha limitação e pelos meus erros.

Com gratidão.

Mari.

Ilustrador: Renato Alarcão.

3 comentários:

Anônimo disse...

Não sei qual caminho seguir e o que fazer. Peço ajuda.

São disse...

Viva!

Se fôssemos modelos de perfeição, não faríamos parte da Humanidade...

Um grande abraço com votos de doce Páscoa.

Mari disse...

Obrigada São!
:-)