"Cabeça levantada, sorriso no rosto e enfrentar a vida com todo o carinho."

"Certas memórias menos boas acabarão, com a ajuda de Deus, por se irem desvanecendo... faça por não pôr nelas o seu pensamento e começarão aos poucos a ser mais suaves.
"

27/07/2014

Os vôos!

Fico esperando vir a inspiração, o vento do norte que me conduz.
E meu pensamento não mais me pertence.
A força que vem da vida é algo incompreensível.
Assim como o vôo da águia, mais libérrima, sobre um grande oceano.
São as rodas de gratidão, são sortes vivas, cristalinas.
O terreno duro, apenas, alimenta a vontade de subir naquelas lindas montanhas.
Para apenas regressar!
Minha vida canta por você!

Mari.

;-))

Outro dia lembrei das minhas voltas à casa.
Andava pela rua, olhava o Cristo, ia conversando e pedindo clemência, tentando andar devagarzinho para me ver.
Mas alguns passos dados separavam a sorte do olhar.
Não sabia, na minha falta de sabedoria, que me olhava por trás, daquele esconderijo de prédios, presos entre si, por anos.
Hoje, abro a janela!
;-))
Tudo é tão perfeito, maravilhoso.
Você sente isso? Tudo é tão encantador!
Tão lindinho, vivo, numa perfeição do Senhor.
Não tem como não ir no meu passado, pegar toda a minha força, atravessar a minha vida para ir para frente! Certamente, isso faz parte de tudo que vivo, solenemente.

Com profunda gratidão, peço perdão pelo tempo que deixo de ter.
Vou arrumar tudo com carinho, os links, as fotos, ficar mais bonito e ter o livreto.
Beijos,

Mari. 


Tirei esta foto, sem querer, quando vi tinha um coração formado pelo verde!

23/07/2014

Oração contra maus pensamentos!

Faço, hoje, esta oração, para meu amigo anônimo do meu universo;


Senhor,

Liberte seus filhos presos de alma e espírito.
Retira a poeira, limpe, DEUS, das gerações herdadas, os genes espirituais maculados.
Purifique-os com o capacete da salvação.
Que Vossas chagas e sangue limpem as mentes( consciente e inconsciente).
Fazei a glória despertar ao aflito, que é alvo de pensamentos ruins  e que, portanto, não lhe pertencem.
Na aflição, querido irmão, ignore, mude de pensamento, pense em algo positivo.
Você sabe quais são os seus pensamentos.
Os que vêm de fora, lute!
O inimigo é ardiloso e pode fazê-lo pensar que é você que pensa o negativo ou o diferente do seu coração.
Lute,  percorra o mundo espiritual pela libertação da sua vida e alma.

Exemplos: Salve Maria, Salve Jesus Cristo ou Obrigada Senhor.
Pensamentos positivos: troque o pensamento pela afirmação: algo bom me acontecerá.
Se tiver  padrões de medos: mude a imagem para algo semelhante e positivo.
Se seu medo for uma cena da vida, procure um Santo com vida semelhante e pense nele. Transmute e lute!
Se seu medo for doença, pense, sempre que aparecer em São Lázaro! 
Se for vítima de vexação ou coisas ligadas à algo que não lhe pertence,  reze.
Agradeça a vida e caminhe!

Deus te fez um vencedor!
Você é livre.

Com gratidão, Mari!!

Ilustrador: Renato Alarcão.

19/07/2014

Sou por vezes, de fato, uma cinderela.

Hoje, eu vôo, canto, alinho, desalinho, mas confesso que tudo parece tão, incrivelmente, mágico.
Como tão certo àquelas benditas palavras se profetizam após anos.
E me impulsiona, tão desmedidamente, saber que eu que sou a dona da história, que é encantada.
Talvez Deus aproveite nosso melhor lado levando-nos à ensinamentos, para algum fim e nos treine para isso.
E aos lados, os anjos, sem luzes, por pura vaidade de não pedir perdão, já soubessem.
Talvez isso justifique tudo ao meu redor.
Sou a ave mais desgarrada e tenho, infelizmente, a alma sofrida.
Mas hoje, tenho tantos mimos e encantos que ganho e posso ter.
Existe na minha vida uma história encantada.
Sou, por vezes, uma cinderela.
No universo, os limites apenas existem para alinhar.
Com gratidão, Maristella.

05/07/2014

Lembrei-me do portão antigo!

Lembrei do portão antigo.
Na porta, sempre, esperando, as minhas tias.
Das fotos e antiguidades.
Lembrei-me da viagem programada, da comida e a mesa, impecavelmente, posta.
Dos carinhos das tias avós e das prendas.
Passava minhas férias no interior.
Da praça antiga aos trilhos do trem.
Eram dias de festa, de brigadeiros em compotas, dos pães quentinhos, feitos à mão.
Das histórias e os lençóis mais cheirosos.
Lembrei-me do cinema antigo.
E das bonecas da minha prima.
Sonhos de todas nós, três irmãs!
O tempo, fração de si mesmo, tem seu ponto paralelo à circunferência, como dizia Padre Antônio Vieira.
Com a gratidão,
Jamais deixe de amar o amor!