11/08/2013

Prossegui, sem olhar para trás.




Atravessei o que tinha que atravessar.
Olhei para trás dado tempo, mas prossegui.
Com tudo, que tinha, ceifei o mal que pude eliminar.
E quiçá ser, um dia, feliz!

Ilustrador: Renato Alarcão.