22/08/2012

Este é o alimento da minha alma, a sede do deserto!

Salve sempre.
Com a Virgem Maria.
Espadas do valente embalam a vida.
Senhor que vence e elimina demandas.
Que retira espinhos da sorte.
Em sereno combate protege seus filhos.
São os filhos de São Jorge.
Com espada na mão, ajuda-nos ao bom caminho.
Abre nossas veredas.
Ilumina as trevas.
E dá guarida a luz.
Verdades tornam-se firmamentos.
E cantigas vêm.
Senhor do firmamento.
Da força...
Não que esperasse uma vida morna.
.....
Não tenho nenhuma pretensão maior do que usar do bom bastão.
O que conquistei com mãos de vida e morte se perfaz em ser justa.
Este é o alimento da minha alma, a sede do deserto.
O correto, o justo e o digno, Senhor.
A justiça.
Amém.

14/08/2012

Em terrenos áridos, existe sede de esperança!

Santos de Deus.
Anjos.
Arcanjos!
Divindade e domínio.
Alfa e Ômega.
O Princípio e o Fim.
Valei-nos!
Fazei a força da sua glória resplandescer sobre os vossos filhos.
São Miguel Arcanjo, fonte da glória e do bom combate.
Empresta-nos o escudo do valente e proteja tudo que pede vida.
Nossa Senhora,
Fazei com que os nós sejam desatados.
Retira de perto de nossas vidas as serpentes.
Fazei florescer o jardim regado.
Cujas águas jorram de fontes cristalinas.
Proteja-nos, hodie, sempre.
Com a Vossa força de Maria e seu manto nos fechamos.
Circunda nossas vidas em Vossos oceanos celestiais.
Reluzentes no céu.
Sonhos recomeçam e vidas surgem.
Nas Vossas dores, nas  sete lágrimas limpamos nossas vidas!
Deus do Céu, Senhor!
Obrigada por este milagre, permita a vida, Deus.
Em terrenos áridos.
Existe sede de esperança.
Por um tempo bom.
Mari
Amém.

12/08/2012

Valei-me....sempre, hodie!

Tão de repente a vida muda..
E em um tempo pequeno, mínimo.
Alinhado.
Sim.
Deus soprou a canção do seu oceano finito.
Meus hinos foram ouvidos por Santa Luzia.
São Longuinho fez luz.
Hoje, já estou diferente.
Já não sou a mesma de antes.
Meu sonho está acontecendo.
O medo tenta.
Você consegue sentir minha alegria?
Hoje, a vida está dentro de mim.


Com gratidão.

Mari.


03/08/2012

Nossas verdades têm dias certos para seus firmamentos.

Já senti, outras vezes, esta necessidade e não consegui...mas hoje, sinto no meu coração que nossas verdades têm dias certos para seus firmamentos.


Beijos, mari...

01/08/2012

Os sentidos!

Estou tentando sentir mais as coisas.
Sentir o gosto do doce, do chocolate no céu da boca.
Dar sentido aos sentidos.
Passamos a vida tão desatentos e quantos os desenganos?!
Esquecemos dos frutos saboreados.
Que deveriam ser.
A fonte de água pura, cristalina.
A Borboleta..
O pássaro e seu vôo perfeito e alinhado ao tempo.
Eu fecho meus olhos para sentir esse canto.
E uma profusão de sons infinitos me tocam.
Em muita imperfeição de alma.
.......
Eu não sei...
Mas e você?
Qual a sua canção?
Desejos sinceros de uma paz profunda, fecunda.
Viva!
Cristalina.
Com gratidão, Mari.