19/06/2012

Por vezes é necessário.
É preciso sonhar.
E fazê-lo pleno na morada de uma semelhante flor.

Mari!

Nenhum comentário: