18/11/2011

Foi um tempo frio...



Quando num tempo frio, úmido e quase sem sol...eu me via.
Gerava a vontade de estar mais ao seu lado.
Sei que sara todas as almas, retira pesos e conserta rotas.
E celebramos, sim.
Pura magia...àquela que faz o sentimento germinar.
Quisera um coração pacífico ou apenas no alto do meu pranto chorar.
Eu não era uma alma solta...mas, agora, tudo soa diferente.
Eu ia até o fundo e regressava com os sonhos nas mãos.
Aqui estou...celebrando uma nova estação.
Elas estão firmes. 
Não?!
Sim, o vento levou a lembrança.
Apenas não posso apagar erros.
Mas tenho dever de crescer como humana.

Nenhum comentário: