20/11/2011

Faça o correto e solte ao universo!

Faça o correto e solte ao universo.Se voltar é seu...veio do céu.
Do contrário, nunca te pertenceu, de fato.
Devemos ser livres.
Enquanto tentam nos prender, nos prendamos, sim, mas tão somente para nos libertar!
Bom dia, dia.

19/11/2011

Seja exaltado!


Sê exaltado Deus do Universo.
Todo poderoso.
Seja exaltado Querubins dourados.
E flechas do guerreiro de puro bastão de combate.
Sê exaltado força do Espírito emanado.
Seja exaltado Cordeiro da Trindade.
Templo divino.

Mari!

18/11/2011

Apenas palavras.....


Mas as lágrimas secaram dando lugar à renovação da minha promessa de juventude.
"Renovarei como águia a sua juventude".
.......
Se não vemos nosso sangue nas veias e nem sentimos circular nas inúmeras frações dos tempos...
Quiçá entender o lado profundo de Deus?

Hoje, abro as janelas, ainda não tenho cortinas...


Hoje, abro as janelas.
E vejo luz.
Lilás... pela noite, com estrelas.
Um planeta, sempre, visível aos olhos humanos visita.
E de dia e pela tarde a luz do sol entra para aquecer.
Existe uma brisa muito, muito serena.
Eu vejo montanhas verdes...no meio de tantas vidas!
E são luzes....
Anos se passaram, promessas sentidas concretizaram.
Tempos de Deus...quem entenderá?!
Tudo cura DEUS o tempo.
Parafraseando com Vieira, Padre Antônio, no sermão do mandato.
Ainda não tenho cortinas.
Mas eu deixo a luz do céu entrar!
Você se sente feliz por mim?!
Eu fico grata, desmedidamente.
Tenho, também, uma rede, azul, que me embala e um sininho toca quando o vento, suave, canta.
E eu?
Eu não sou a mesma de antes.
Sou mais feliz.
Grata, Deus, por este sentimento que invade!

Com  amor, desejo vitórias para você, filhos, irmãos.
Estrelas divinas, no céu, através dos nossos parentes queridos, nos representam, vivamente!

Creia nisso.

Mari.

Foi um tempo frio...



Quando num tempo frio, úmido e quase sem sol...eu me via.
Gerava a vontade de estar mais ao seu lado.
Sei que sara todas as almas, retira pesos e conserta rotas.
E celebramos, sim.
Pura magia...àquela que faz o sentimento germinar.
Quisera um coração pacífico ou apenas no alto do meu pranto chorar.
Eu não era uma alma solta...mas, agora, tudo soa diferente.
Eu ia até o fundo e regressava com os sonhos nas mãos.
Aqui estou...celebrando uma nova estação.
Elas estão firmes. 
Não?!
Sim, o vento levou a lembrança.
Apenas não posso apagar erros.
Mas tenho dever de crescer como humana.

14/11/2011

Existe um mundo muito maior.


Depois de tantos anos entendi que, jamais, existirá uma única história.
E uma única verdade.
Não comandamos nossas histórias, nossos tempos.
Aprendi que a religião não salva.
E o que te faz seguir em frente é ter um bom coração.
Ou cumprir a lei natural.
Não me encaixo, perfeitamente, na minha fé.
Quem disser que existe uma só história, talvez, esteja enganado.
Existe uma verdade: Jesus Cristo liberta, mas existem coisas inexplicáveis.
E, que somente entenderemos na nossa partida.
Por ora, a única coisa que sinto é comunhão.
Aprendi com as minhas verdades.
Elas celebram a minha vida e me dão guarida.
Existe um mundo muito maior. 
Com Gratidão, Mari.

11/11/2011

Boa noite, noite linda!


A coragem é uma virtude boa.
Talvez esteja inserida nas demais virtudes.
Tantos pensamentos e tantas idéias.
Talvez comece a desenhar no papel e fazê-los viver.
Para alinhá-los à boa rota.
Dar vida à sonhos é nossa obrigação como humanos.
Dentro da limitada vida, no infinito das galáxias.
......
Sim, o dia deveria ter, de fato, mais horas.
Ou talvez, deveríamos, não dormir tanto.
Alguns pensamentos.
Soltos.
Boa noite, noite!

Mari.


Ilustrador: Renato Alarcão.

Essa nova cor poderia ser a fórmula de um novo ciclo!



Qual a cor que posso colorir seu coração?
Diga, por favor, para mim, que eu alcanço uma nova cor brilhante!
Ou, talvez, crie a mais bonita.
Sim, quem disse que não se pode inventar um novo tom?
Essa nova cor poderia ser a fórmula de um novo ciclo.
Uma nova estação.....novos ritmos na batida do seu coração.
Ora, amigo, não é um canto calado, são sinfonias.
Elas se perfazem e contribuem para a minha dimensão.
Que vivo.
Solenemente.
Através dos dons dos irmãos.
Sou apenas uma criatura....

Mari.

O herói dos nossos sabores

Tudo é tão vivo na memória.
Um sol quentinho e uma brisa suave e morna embalava.
E olhava para o infinito mágico.
Por vezes, parava alguns minutos, outros apenas corria!
Eu sentia o vento, pegava a areia, sentia o cheiro da terra.
Não existe nada mais divino do que sentir nas mãos a natureza.
Eu colhi muitas flores, colecionava joaninhas.
E sonhos.
Ouvia barulhos dos grilos.
Colocava o desenho na janela pedindo muito sol.
Sim...como era bom os sábados..
Era dia de comprar coca-cola, ganhar uma moeda para o algodão doce.
Este era tão querido, tão desejado, rodas de crianças envoltas do Senhor da praça, herói dos nossos sabores.
T
Sorte a minha...sou guria demais!

Com carinho, mari....:))

Beijos!