28/02/2011

Para lá, onde as estrelas brilham!


Grata, meu Deus!
Grata por me amar tão imperfeita.
E assim, esse sentimento invade a alma.
Quando caio, o que fala mais alto na minha alma é que me conduz, sempre, ao norte.
Para lá, onde as estrelas brilham!
Em honra ao seu santo nome!
Jesus Cristo!

Nenhum comentário: