16/04/2010

Muros!



Que possamos derrubar fortificações dentro de nossas almas, eliminar cada pedra da vida: a da vaidade, da falta de perdão, da língua que desafia, o calar que omite, as inverdades da alma. Queremos ser existência com sentido, Senhor, nesta grande jornada que se chama vida!
Mari!

Nenhum comentário: