"Cabeça levantada, sorriso no rosto e enfrentar a vida com todo o carinho."

"Certas memórias menos boas acabarão, com a ajuda de Deus, por se irem desvanecendo... faça por não pôr nelas o seu pensamento e começarão aos poucos a ser mais suaves.
"

24/04/2010

Meu Querido São Jorge!




Meu amado e fiel São Jorge!
Hoje sonhei novamente com o Senhor!
Gratidão ainda não seria a palavra por fazer parte do meu sonho, vida e por me proteger nas matas que sem querer me perco.
Senti no peito meu pesar por ontem não lhe ter escrito.
.....
São Jorge,

Guerreiro, forte, que é invencível no combate, que traz em seu espírito e alma a fé em Deus, Nosso Senhor.
Abras os caminhos dos vossos filhos na terra.

Guia-nos de todos as estradas tortuosas,proteja-nos de nossos inimigos espirituais e terrenos, que fazem da maldade sua escravidão.

Senhor valente, São Jorge, forte e destemido, nos dê esperança, esmague a cabeça dos dragões que tentam nosso caminhar.

São de diversos tipos: soberba, orgulho, desumanidade, falta de amor para com o próximo e consigo mesmo(a), falta de misericórdia, sobretudo a maldade humana que tenta prender vossos filhos.

Elimina as ervas daninhas e todas as maldades que em conluio fazem contra vossos filhos.
Sim, somos filhos de Jorge!
Cobrimos com vosso manto vermelho e com vossa lança nos amparamos dos dardos inflamados dos nossos inimigos espirituais e carnais.
Nenhum mal nos alcançará porque temos a vossa proteção.
Olhos não nos verão e as flechas não nos alcançarão.

Armas não chegarão ao nosso corpo.
Que as lanças se quebrem.
Que nosso corpo seja fechado com vosso escudo de proteção.
Seja nosso defensor, herói, contra toda a perversidade humana, desumana e inveja.
Valei-me querido São Jorge, Santo de minha devoção!
Me coloca em seu cavalo e me faça andar consigo sobre as matas verdes e retire de mim tudo que não provém de Deus.
Preciso mergulhar em águas limpas!
Mari.

Ilustrador: Renato Alarcão.

16/04/2010

Momentos!



Minha vida é feita de momentos, de vários tipos de fontes coloridas.
Têm tempos fortes, tempos de brisa e de fogo.
Minha vida é minha e de todos.
Neste desconhecido terreno, sigo a rota que me leva ao horizonte.
Cantei ali e canto aqui.
Meu tempo bate no compasso do coração.
Vivifico minhas certezas.
Acerto os passos, fecho as brechas.
Por isso, subo no monte, repasso a vida, alinho pela direita, seguro a rota.
E darei amor mesmo para quem não sabe amar.

Mari!

Nossa Senhora, Maria, louvada!

À Maria, o mais lindo manto azul, a cor mais bonita da existência.
O canto calado, a rosa branca da paz, o fruto mais doce, o sorriso da criança, a flor que vivifica e encanta a alma.
À Nossa Senhora, Maria Santíssima, minha devoção, meus terços, meus cantos.
A fonte de luz, minha Mãe e amiga.
Com amor e cheia de força para me ajudar a subir o degrau, aqui estou com meus pedidos. Amém.


Mari!



O amor!



O amor é a brisa, é o tempo, o vento, o mar, é o sentir-se querido, protegido.
O amor é amado. É ventania, a folha da árvore, a mata, a canção da menina.
O amor é o puro sentir, é a vida que se manifesta, é o tempo.
Amar é despertar ao aprendizado, é colher o mais alto frescor da vitória do dia.
É o fruto que dá fruto. É a alegria da alma.
Tão assim é o amor.
Pleno e sereno em sua sabedoria.
É acolhedor, refrigério da alma de quem ama o Senhor!

Silêncio!


O silêncio é quietude da alma.
É brisa selada sobre o oceano.
É norte, sul.
É a pedra que reluz a alma.
Sabedoria, vitórias.
Desperta o amanhacer.
É o canto feito com amor e tão sentido no espírito.
Compasso e melodia.
É o silêncio a sabedoria.


Mari!

Arquipélagos!


Meus arquipélagos estão vivos.

Têm a dimensão própria da vida.
Foram construídos sobre montes firmes.
Tem vida, pureza, condão.
Manancial cristalino.
Verdade que frutifica o meu ser.
Sorriso que alegra a alma.
Assim eu vou pelo oceano.
De mar em mar.
Apenas navego.

Mari!


Pendências!


Não deixarei para amanhã o que melhor posso fazer hoje.
O agora dá sinal ao amanhacer, ao despertar cristalino e límpido.
São como linhas que, cumpridas seu percurso, finalizam o todo diante da imperfeição.
Se me perguntarem qual o meu tempo, eu direi que é o agora.
É aquele que me toca na aurora, que frutifica meus desertos, meus encontros.
Estou a serviço, Senhor!


Mari!

Verdades!


Tudo que o tempo canta traz em si uma verdade.
É a vida que se aprimora.
É o despertar da aurora.
Verdades sempre falam mais alto diante do reflexo que o mar emite.

Mari!


Cantos!


Canta a voz do nosso tempo.
Canta a melodia de Cristo.
A semente que produz.
Canta a alma que reluz.
Cantamos sonhos, catamos o tempo.
Canta a cor do vosso manto, Jesus!
Mari!

Sentido!


Meu sentido é luz.
Minha vida: manancial.
Flores são rosas para mim.
Olhares são os frutos.
Senhor Deus, meu amor!
Compasso: o que marca o tempo.
Melodia: a que vivo.
Amor: a direção.
Mari!

PAZ!


Nada neste mundo canta mais alto do que a paz espiritual. 
Sagrado sentimento, acolhedor da felicidade, capaz de criar frutos por si, dingnifica o homem ferido, lava as cicatrizes, aprimora a alma, evita incertezas, dissabores, confere sementes cristalinas, vivas, bálsamo orientador.
Verdade vestida de tempo, sol que conduz.
Vento que rompe o mais alto na alma do caminhante.
Despertar que reluz!
Eu canto este canto, Senhor!

Mari!

Muros!



Que possamos derrubar fortificações dentro de nossas almas, eliminar cada pedra da vida: a da vaidade, da falta de perdão, da língua que desafia, o calar que omite, as inverdades da alma. Queremos ser existência com sentido, Senhor, nesta grande jornada que se chama vida!
Mari!

Passos!




Os passos firmes na estrada são como as mãos na terra.


Tal como o caminhar conduz à vida, as nossas mãos preparam o solo em que pisaremos.


Que seja terreno produtivo, terra boa para a semente germinar.
Mari!


13/04/2010

Cheiro de Jasmim!

Senhor,
Sou tão grata por este olhar...eu fui até a colina, subi a montanha e voltei.
Meu coração se uniu num simples despertar.
Eu não sou mais um só espírito, Pai.
Existe todo vosso mistério divinal.
Estou cercada de flores, rosas e jasmins brancos e azuis, da cor do manto de Maria!
Respiro bem fundo esse ar, acalmo a alma, retiro o medo e sei que tudo vai dar certo.
Sim, tudo vai ser tão lindo, mágico, puro, divino.
Eu consigo sentir... a construção.
Um presente divino espera.
Eu sinto a força da respiração, de cada inspiração....
Um castelo forte, vivo, unido, cercado de alegrias, aguarda.
É a vida que aponta a rota do destino.
Brincadeiras de rodas, elos, vida!
Muita e muita vida vitória, aguarda-nos, Senhor!
Amém.