13/02/2010

Palavras!



São sopros ao vento, Senhor...
Minha flor de vento, da infância, dos meus tempos.

Peço que sustente meu caminhar.
Hoje me senti sozinha demais......
Quisera tocar em vosso coração, agora, Deus, compartilhar minha vida, pedir mais um milagre.
A vida rompe qualquer entendimento,não?!
Agora, talvez o silêncio tenha me visitado.
São as fases da alma. 

Mari.


Nenhum comentário: