29/11/2009

Sonhos são plenos!

Sonhos são plenos, são repletos de vida.
Faz tempos que escolhi para minha alma a liberdade de ser quem sou.
Talvez seja o sentimento mais forte... poder ser quem você é, sem nomes, sem muitas regras estabelecidas.
Apenas escolhi viver e fazer de tudo pela minha felicidade e do meu próximo.
Sou grata demasiadamente pela vida, por este momento, pela mulher que estou me transformando e pelos meus tempos.
Sim, gratidão.
Sou grata pelo seu amor pleno que não me faz exigências, me deixa aprender a voar, livre e solta. Sim, libérrima.
A vida é a meta.
Aprendi que a escolha perfeita é viver sem olhar para trás.
Vivo a vida assim, sem temor e voarei, sim, por aqui, por ali, mas seguirei o norte.
Ninguém conseguirá prender um pássaro que já se faz livre!
O valor destas asas e dos vôos são preciosos.
Não sente a vida cantar?
Essa dimensão não se mede.
Desejo a todos um Domingo pleno de paz, saúde, alegria com firmamentos.
Uma vida perfeita em família, com direito a muita natureza, sonhos de alma, brincadeiras e risos! Viver um hoje de paz é pura vitória.
Cada dia de uma vez.
Por hoje, a cor é verde, talvez amanhã seja lilás.....vou colorindo.
Beijos a todos!
Vou lá ser feliz e volto logo!
Com amor, Maristella!
........................
Voltando da Missa, início do Advento, que este momento seja pleno em nossas vidas!


Ilustrador: Renato Alarcão.

21/11/2009

Meus vôos!


Preciso entender essa dimensão.
Por que razão não romper pelo alvor?
Ele canta faz tempos por este rumo.
Vou com meus próprios pés.
Mas sabes bem cada estação.
Cada parada, os minutos desta canção.
Desólé.
 Sou uma ave livre.
Por isso, vou ousar voar.
Esteja sempre comigo, conosco.
Mari!


Ilustrador: Renato Alarcão.

19/11/2009

As Rosas dos meus ventos!

Sabe aqueles dias em que tudo fica tão claro, evidente?
Sim, estou nestes momentos de alma.
Percebo, hoje, como tudo, de repente, muda.
O norte já não é um sonho.
O leste nasceu e o oeste firmou-se.
A vida é assim, tem seu tempo de germinar, dar frutos, colher na linha do horizonte.
Hoje vejo que não existem acasos, mas sim fundamentos, nesta roda da vida.
Com amor, neste meu limite tênue.
Gratidão,

Mari!

14/11/2009

Recomeçar!



Venho vos pedir pelos sonhos, pelos nossos recomeços.
A estrada que, muitas vezes, seguimos e, porventura, errarmos a direção, não nos fará diminutos no mundo, porquanto, estaremos diante de vossa grandeza de Pai
Por vezes, a vida rompe seu limite e fica a certeza do novo dia!
Sim, a certeza de um amanhã, novo, sempre será pura vitória.
Pedimos rumos certos, rotas, sonhos, conquistas, metas, verdades, firmamentos, sabedoria, fé, colheitas, dons e muito amor no coração.
Que possamos seguir um caminho novo, bom, sem olhar para trás.
Sempre há tempo no tempo.
Apenas viver, Senhor!
Re-co-me-çar!

Désolé.

Com amor, Mari!

13/11/2009

Que possamos fazer da nossa existência um motivo de felicidade!



Que possamos fazer da nossa existência um motivo de felicidade.
 Vivê-la por inteiro e não pela metade.
As coisas têm seu valor.
 Mas podem perder o sentido real da existência, se a colheita não for feita e se a planta não for regada, com amor de verdade.
Com amor, Mari!

08/11/2009

Cantos que ecoam nos corações humanos, Senhor!


Sim, são cantos que ecoam em corações, são sonhos, desejos de alma, que chegam por vezes a doer o peito. 
Talvez, pela nossa própria natureza humana, ansiosa e limitada diante da grandeza do destino e infinito.
São sonhos fortes, possibilidades tão queridas, tão já vivenciadas nos pensamentos, guardadas nos corações.
Quantos, neste exato momento, não precisam deste milagre?
Quantas estão sonhando o mesmo sonho neste domingo?
São tantos os pedidos, neste sentido, que ultrapassam limites do horizonte!
São sonhos coloridos.

Sonhos com lírios, violetas, hortênsias, rosas de cores variadas.
Nossa Senhora, amada, ajuda-nos sempre a nunca parar de sonhar, sonhos fotalecem à alma e acreditamos que se existem, é porque foram regados por amor. 

Ajude-nos a realizar. 
Amém.



Com carinho e amor, Mari.