16/06/2008

Que sintamos o vento em nossos rostos!



Jesus Cristo, Deus, Santo Espírito,

Nos labirintos de minha vida, dou-me conta que prefiro esperar a porta se abrir. Sim, o portal luminoso, para não mais me perder e conseguir achar o rumo certo.
Não quero mais usar meu livre arbítrio em nada, deixo a minha vida em vossas mãos de pai.
O meu futuro a ti pertence. Afinal, como disse uma amiga: existe o destino e eu também creio nele. 
Novamente venho vos pedir que olhes por todos seus filhos presos em suas esferas de vida.
Abra com mão divina as portas cerradas e espalha em nossas direções o carinho de vosso vento amigo.
Que sempre que sintamos o vento, lembremos de ti, fortemente.
Não olhes para a nossa pequenez de alma, mas nossos corações humanos que batem com fé, mesmo que oscilante.
E perdão pelas falhas e erros.
Amém.

2 comentários:

Yelva Toledo disse...

"O vento a cantar:
Precisa espaço aberto,
Sem amarras para sobreviver, seguir em frente
E seus segredos a cantar,
Como águas de um
Riacho que deslizam para o mar".

tem uma música que diz assim:

"o mar é Deus e o barco sou eu"
Felicidades...
penso no shalom - palavra cheia

14 bênçãos... Paz de Cristo Paz e Bem, Mari
em teu coração_vida


Deus te faça sempre esse dom para Ele e para todos nós

com carinho
Yelva

Mari disse...

Que sempre que sintamos o vento no rosto, lembremos do senhor. amém.